(47) 3345.3712       Av. Emanoel Pinto, 925, Balneário Piçarras - SC


Transtorno Afetivo Bipolar

O Transtorno Afetivo bipolar é uma doença em que o humor sofre variações e existem episódios alternados de depressão e de euforia (mania ou hipomania). Os episódios depressivos são semelhantes aos da depressão unipolar. A mania é caracterizada por um estado de humor eufórico (eufórico ou irritável), que dura pelo menos uma semana e está associado com uma auto-estima exacerbada ou sensação de grandiosidade , uma redução na necessidade do sono, logorréia (produção aumentada de palavras, com discurso e fala mais rápidos) , juntamente com a fuga de idéias. A atenção espontânea é facilmente distraída para estímulos irrelevantes, e há um aumento no nível da atividade psicomotora, que pode estar nas esferas sociais, ocupacionais, acadêmicas ou sexual, podendo chegar a agitação psicomotora. O paciente torna-se excessivamente envolvidos em atividades prazerosas que podem levar a sérias conseqüências, tais como compras compulsivas ou investimentos de risco, além de comportamento sexual inadequado.
 
A doença pode apresentar sintomas psicóticos que exigem a internação na maior parte das vezes, devido ao risco para o próprio paciente ou para os outros. Em hipomania os sintomas descritos acima estão presentes, embora mais atenuados, e os sintomas psicóticos não são encontrados. A duração é de pelo menos quatro dias e não é suficientemente grave para causar a deterioração social ou ocupacional ou para exigir a internação.
 
O transtorno bipolar é classificada em: Tipo I (se existe alternância entre depressão e mania) e Tipo II (se existe alternância entre depressão e hipomania). Os pacientes que apresentam quatro ou mais episódios de mania ou depressão por ano são considerados “cicladores rápidos” e seu tratamento é mais difícil. O tratamento consiste na administração de estabilizadores do humor (lítio ou anticonvulsivantes) e, em diversas ocasiões, neurolépticos.