(47) 3345.3712       Av. Emanoel Pinto, 925, Balneário Piçarras - SC


Estenose mitral

O que é Estenose mitral?
O coração é dividido em quatro áreas, chamadas câmaras. Dois átrios (que recebem sangue do corpo) e dois ventrículos (mais musculosos). Estes últimos devem empurrar o sangue através dos pulmões, no lado direito e através do corpo todo, no lado esquerdo. A forma do coração manter o fluxo sanguíneo na direção correta é através da contração adequadamente temporizada dos átrios e ventrículos e de válvulas que abrem e fecham no momento adequado.
 
A válvula que permite a passagem do sangue que chega dos pulmões no átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo é a válvula mitral. A estenose dessa válvula acontece quando a válvula diminui seu orifício efetivo (Não permitindo a passagem de quantidade adequada de sangue do átrio para o ventrículo). O orifício da válvula aberta é de cerca de 5 centímetros.
 
Tipos
A estenose mitral pode ser dividida em leve, moderada e grave.
 
A estenose mitral grave tem orifício de 1 cm ou menos, a moderada entre 1,1 e 1,5 cm. A leve entre 1,5 e 4 cm.
 
Geralmente os sintomas começam a aparecer quando a estenose é moderada ou grave.
 
Causas
As doenças que levam ao mau funcionamento da válvula mitral são a degeneração pela idade, a febre reumática, endocardite infecciosa entre outras mais raras.
 
Fatores de risco
As causas da estenose mitral em si são fatores de risco. A idade avançada, o descuido quando a pessoa já teve febre reumática, entre outros fatores, podem levar à estenose.
 
Sintomas de Estenose mitral
Os sintomas mais comuns de estenose mitral são:
  • Cansaço ao fazer esforço
  • Tosse seca
  • Arritmias atriais (palpitações e taquicardia)
Em alguns casos arritmias atriais precipitam o acúmulo de sangue nos pulmões, causando edema agudo de pulmão.
 
Às vezes a gestação ou estados de fluxo sanguíneo aumentado levam ao aumento do fluxo através da válvula e sintomas que não existiam antes.
 
Buscando ajuda médica
Um dos maiores cuidados com estenose mitral é a decisão de qual o melhor momento para realizar o procedimento invasivo. Quando bem indicado, ele diminui muito as complicações da doença e permite um excelente prognóstico.
 
Diagnóstico de Estenose mitral
O diagnóstico é feito pela combinação de exame físico e exames complementares.
 
No exame, o médico pode encontrar sopros (sons causados pela passagem do sangue através da válvula com estenosa).
 
O ecocardiograma pode documentar e quantificar a estenose. Em alguns pacientes é necessária a realização de ecocardiografia transesofágica (Consegue enxergar o átrio mais de perto, com uma sonda por dentro do esôfago).