(47) 3345.3712       Av. Emanoel Pinto, 925, Balneário Piçarras - SC


Arritmia Cardíaca

O que é Arritmia cardíaca?
Arritmia cardíaca é a sensação de que os batimentos cardíacos parecem mais acelerados do que o normal. Uma pessoa pode simplesmente sentir um desconforto com seus próprios batimentos ou ter a sensação de falta ou interrupção desses batimentos. O ritmo cardíaco pode ser normal ou anormal. A arritmia cardíaca pode ser sentida no tórax, garganta ou pescoço.
 
De modo geral, as arritmias cardíacas não são quadros considerados graves. Entretanto, isso depende de as sensações representarem ou não um ritmo cardíaco anormal (arritmia).
 
Causas
Em condições normais, o coração bate entre 60 e 100 vezes por minuto. Em pessoas que se exercitam rotineiramente ou que recebem medicamentos para diminuir o ritmo cardíaco, a frequência pode cair para 55 batimentos por minuto.
 
Se sua frequência cardíaca for rápida (mais de 100 batimentos por minuto), essa condição é chamada de taquicardia. A frequência lenta é chamada de bradicardia.
 
As arritmias cardíacas podem ser causadas por:
  • Anemia
  • Ansiedade, estresse e medo
  • Uso de pílulas para emagrecimento
  • Exercícios
  • Febre
  • Ventilação excessiva
  • Baixos níveis de oxigênio no sangue
  • Doença de válvulas cardíacas incluindo o prolapso da válvula atrioventricular esquerda
  • Tireoide excessivamente ativa.
 
Fatores de risco
Alguns fatores são considerados de risco para o desenvolvimento de arritmia cardíaca. Eles são:
  • Uso excessivo de cafeína
  • Alguns medicamentos, incluindo aqueles para tratamento de doença da tireoide, asma, pressão arterial alta ou problemas cardíacos
  • Uso de cocaína
  • Uso de nicotina (presente principalmente em cigarros).
 
Buscando ajuda médica
Procure ajuda médica imediatamente se houver:
  • Perda e recuperação da consciência
  • Perda de consciência de alguém próximo
  • Em caso de falta de ardor no tórax, sudorese incomum, tontura ou sensação de desfalecimento.

O médico também deverá ser chamado se:

  • Os batimentos cardíacos extra forem frequentes
  • A pessoa tiver fatores de risco para doença cardíaca como colesterol alto, diabetes ou pressão arterial elevada
  • As palpitações forem novas ou diferentes
  • O pulso acusar mais de 100 batimentos por minuto (na falta de exercício, ansiedade ou febre).