(47) 3345.3712       Av. Emanoel Pinto, 925, Balneário Piçarras - SC


Técnica FUE

Basicamente o transplante capilar, ou implante capilar, ou restauração capilar, ocorre com a retirada dos fios da parte posterior da cabeça (occipital) e colocação na região onde se deseja aumentar o número de fios. Esse processo funciona porque os folículos capilares (raízes) da região posterior não sofrem o efeito genético da calvície assim como acontece na parte da frente e de cima da cabeça.
A calvície masculina e a feminina são as principais causas de insatisfação com a aparência capilar. Elas causam desconforto estético por fazerem o paciente aparentar ser muito mais velho que ele realmente é.
Perda dos fios da sobrancelha também são uma queixa comum e a cirurgia de transplante capilar funciona muito bem, evitando a maquiagem definitiva. A reconstrução em áreas de cicatrizes por cirurgias ou acidentes, tanto na cabeça como região da barba, também podem ser tratadas. Testas muito longas podem também ter sua área diminuída, com o rebaixamento da linha de implante capilar.
 
Diferentes Técnicas:
 
 
Preparo dos Fios
Antes da colocação dos fios na área a ser tratada eles são preparados ao microscópio 3D, por equipe treinada e preparada chamada de foliculadoras.
Esta fase é fundamental para que os fios fiquem viáveis após a colocação, separando os implanates inviáveis dos viáveis, e deixando eles do menor tamanho possível, para que a aparência final do transplante seja natural.
Este é um processo demorado, que leva metade ou mais da cirurgia toda, cerca de 4 horas, pois todos os fios são revisados e preparados um por um, com muita calma e atenção. Cirurgias rápidas e com resultados artificiais normalmente aceleram esta parte do tratamento.
 
 
Enxerto dos fios ou unidades foliculares (UF)
Esta parte é aquela em que a arte toma conta da medicina. O processo de realizar os furinhos onde serão colocadas as unidades foliculares, bem como seu desenho e direcionamento, finalizam todo o procedimento. É necessária muita destreza, paciência e visão neste momento.
Hoje as perfurações já não são mais feitas com lâminas de metal, que possuem menor durabilidade e corte menos preciso. Usamos LÂMINAS DE SAFIRA, que conferem cortes precisos, com mínimo trauma dos tecidos, preservando os folículos locais.
Depois das perfurações os fios são colocados um a um, com micropinças, normalmente suíças e alemãs, únicas no mundo com a precisão necessária para o refinamento desta cirurgia.
 
 
Recuperação
O pós operatório é muito tranquilo, com pouca dor e edema. Normalmente as atividades usuais podem ser restabelecidas após o terceiro dia do procedimento.
Existem restrições com atividades físicas e cuidados especiais com a área de enxertia, mas que podem ser realizados em casa sem necessidade de ir ao consultório.
No terceiro dia: apenas casquinhas no local dos enxertos.
 
Novidades
Muito se fala no uso do robô Artas para o transplante capilar. Em primeiro é importante saber que ele apenas retira os fios do couro cabeludo, não faz o preparo e nem mesmo a colocação, como o público leigo imagina.
Nossa experiência com o equipamento mostrou duas grandes limitações: altíssimos custos para o pequeno benefício que ele tras (reduz o tempo de cirurgia em 20%), e o excesso de trauma aos fios retirados, levando a perda de muitos folículos que seriam viáveis se retirados pelas mãos humanas.