(47) 3345.3712       Av. Emanoel Pinto, 925, Balneário Piçarras - SC


Dermatite de Contato

A dermatite de contato é uma reação inflamatória que ocorre na pele devido à exposição a um componente que causa irritação ou alergia. Erupção cutânea, coceira, vermelhidão e descamação são sintomas comuns, mas não é contagiosa ou oferece risco de vida. Pode aparecer logo na primeira vez em que entramos em contato com o componente; ou após algum tempo de contato. O fato de ser agudo ou crônico se dá pelo tempo de duração da doença: mais de seis semanas é agudo e menos de seis semanas, crônico. Se um primeiro contato já der lesão é a dermatite de contato por irritante primário; quando precisa de mais de uma exposição, é chamado dermatite de contato alérgica.
 
Algumas causas comuns de dermatite de contato são sabonetes, detergentes, cosméticos, perfumes, bijuterias ou até mesmo plantas. Algumas ocupações que envolvem exposição a substâncias químicas podem desencadear dermatite de contato.
 
O tratamento da dermatite de contato bem sucedido consiste basicamente em identificar o que está causando a reação. Se você pode evitar o agente agressor, a erupção geralmente se resolve. Medidas como compressas úmidas e cremes com propriedades anti-inflamatórias podem ajudar a acalmar a pele e reduzir a inflamação.
 
TIPOS
 
Dermatite irritativa
 
A dermatite de contato irritativa é o tipo mais comum. Essa reação ocorre quando a pele entra em contato com uma substância que desencadeia irritação por ação direta. Dermatite irritativa deixa a pele seca, vermelha e áspera. Fissuras podem se formar nas mãos. Geralmente há pouca coceira e mais sensação de dor e queimação.
 
Agentes causadores mais comuns incluem solventes químicos, cosméticos desodorantes com cloreto de alumínio e inseticidas. As regiões mais comumente acometidas são mãos, dedos e face.
 
A gravidade da dermatite de contato irritativa depende do tempo de exposição e da capacidade agressora da substância.
 
Dermatite alérgica
 
Já a dermatite de contato alérgica ocorre quando uma substância à qual você é sensível (alérgeno) desencadeia uma reação imunológica. Dermatite de contato alérgica produz uma erupção vermelha e às vezes bolhas quando grave. Alérgenos mais comuns incluem borracha natural, metais como níquel, bijuterias, perfumes, cosméticos, tinturas de cabelo e plantas.
 
Você pode tornar-se sensível a um alérgeno forte, como a hera venenosa, após uma única exposição. Alérgenos mais fracos pode exigir múltiplas exposições ao longo de vários anos para desencadear uma alergia. Depois de desenvolver uma alergia a uma substância específica, no entanto, você vai ser alérgico para a vida toda. A exposição ao mesmo agente, mesmo que em pequena quantidade, vai provavelmente provocar uma reação.
 
Algumas substâncias podem causar dermatite de contato alérgica somente depois que você aplicou-as e, em seguida, se expos à luz solar (dermatite de contato fotoalérgica). Causas comuns incluem certos ingredientes em protetores solares e algumas pomadas contendo fármacos anti-inflamatórios não-esteróides.
 
Alguns medicamentos orais, como a hidroclorotiazida, também podem causar uma reação da pele desencadeada pela luz do sol. Esta reação pode ser semelhante à dermatite de contato fotoalérgica, mas é geralmente chamada de "fotossensibilidade". É causada por um mecanismo diferente do que é a dermatite de contato.
 
Causas
Algumas substâncias podem ser tanto alérgenas quanto irritantes. As causas mais comuns da dermatite de contato são:
  • Níquel, um metal muito utilizado em brincos e outras bijuterias, relógios, zíperes e fechos de roupas, bobes de cabelo e moedas
  • Hera venenosa, que contêm um óleo fortemente alergênico (urushiol)
  • Castanha de caju, que contêm uma substância quimicamente semelhante ao urushiol encontrado em hera venenosa
  • Antibióticos, anti-histamínicos ou antissépticos aplicados na pele
  • Fragrâncias ou aromas
  • Detergentes fortes ou sabonetes
  • Produtos para limpeza de pele
  • Maquiagem e outros cosméticos
  • Desodorante
  • Roupas ou sapatos
  • Produtos de limpeza doméstica
  • O formaldeído e outros produtos químicos
  • LátexJoias.
A dermatite de contato ocupacional pode ocorrer quando você está exposto a alérgenos ou irritantes no trabalho. A exposição frequente a produtos químicos, óleos, combustíveis, corantes, agentes de limpeza, cimento molhado, solventes industriais ou poeira (por exemplo, pó de cimento, serragem ou pó de papel) pode levar a dermatite de contato ocupacional.
 
Sintomas de Dermatite de contato
Sintomas da dermatite de contato podem variar se ela for alérgica ou irritativa. No entanto, os sinais mais comuns são:
  • Erupção cutânea ou inchaços
  • Vermelhidão
  • Coceira, que pode ser grave
  • Rachaduras e manchas vermelhas secas, que podem se assemelhar a uma queimadura
  • Bolhas e crostas em reações graves
  • Erupção cutânea limitada a uma área exposta - por exemplo, diretamente sob uma pulseira
  • Dor ou sensibilidade.
A dermatite de contato geralmente ocorre em áreas do corpo que foram diretamente expostas - por exemplo, um brinco que desencadeia alergia na orelha. Mas algumas reações não se correlacionam exatamente com áreas de contato direto. Por exemplo, você pode aplicar uma loção por todo o seu rosto e apenas algumas áreas sofrerem reação.
 
Se você desenvolveu sensibilidade a algum agente alérgeno, pode ser que na próxima vez que você entre em contato com ele tenha uma reação nas mesmas afetadas pela exposição original ou então em mais partes do corpo.